8.10.2006

Algumas coisas que nunca lhe contaram sobre a gravidez (ou que já contaram)

Você acha lindo ver uma mulher grávida pela rua, acha aquela “barriguinha” linda, pois é, só achará linda nos outros, em você, nunca...

- Sentimos muito enjôo, quando achamos que passando o 3º mês as coisas irão melhorar. Ledo engano, logo após vem a azia. (sem folga de mal estar!)
- Dores pelo corpo. Suas costas, seus pés, suas pernas doerão e muito. Não verá a hora de encontrar um banquinho e ali permanecer, não por muito tempo, já que ficar na mesma posição durante algumas horas dói do mesmo jeito.
- Dormir bem? Jamais, o corpo prepara os 9 meses de gestação para você acordar de 3 em 3 horas ( em média ) para as mamadas noturnas, posição de lado, às vezes dói a barriga, de barriga pra cima : falta de ar na certa. Ir ao banheiro pra fazer xixi a todo instante, parecerá que você bebeu litros de cerveja, quando vai ver, tem SÓ um pingo.
- Terá picos de sonolência e picos de insônia.
- Lá pelo 5º mês você sentirá uma dor na região dos quadris, e a coluna então nem se fala, são seus ossos se abrindo para o bebê que está crescendo.
- Seu humor ficará variável, chorará pelo comercial de margarinas, ou porque uma unha sua quebrou, se irritará com mais freqüência, seremos kamikazes emocionais, ou seja, estaremos em TPM constante.
- Suas roupas, qualquer roupa, até aquela gigantesca que você nunca conseguiu colocar porque era grande ou larga demais, não servirá, seu guarda-roupa vai pro espaço, recusará diversos lugares pra ir, pois não se sente bem com nada. Se achará gorda ao invés de grávida, principalmente nos 4 primeiros meses.
- A fome é incontrolável. A ansiedade idem. Comerá pratos que nunca imaginaria comer. Desejos absurdos, pratos de pedreiro... Logo a balança grita e pede para que você pare de comer. Em vão, você não conseguirá.
- Você acha que o seu parceiro, namorado, marido etc. vai te entender? Vai te ajudar? Não, ele não lhe entenderá quanto menos ajudar...
- Lá pro final , 7/8/9 meses, se sentirá a própria pata choca. As simples coisas que você fazia em questão de segundos será uma eternidade. Enxergar os pés? Não, não se iluda, colocar um sapato, muito menos. Horrível.
- O nenê mexe lá pelo 5º mês (depende da sensibilidade da mãe), no começo são leves e sutis e você se emociona a cada mexida, no final da gravidez, são dores, é um misto de alegria e dor. Cotoveladas, chutes.. rebuliços, barriga torta. (essa parte é a mais legal, mas dói)
- Você virará propriedade pública. Não tem um ser que não te vê e que não queira dar uma passadinha de mão na sua barriga. “Ahhhh que linda sua barriga” e sem ao menos um “dá licença” mãos e mais mãos em cima de você.
- Não terá lugar nos ônibus, não se iluda! Ninguém dá lugar. No Metrô ainda respeitam, ônibus? Nem pensar. Ou você pede, ou ficará em pé até o final do trajeto.
- Filas? Apesar de ser DIREITO seu passar a frente dos outros, ainda sim, estes lhe olharão torto. (brasileiros não tem educação e respeito, nem todos, mas a maioria!)
- No final da gravidez, vocÊ leva um susto, sua barriga que quase não era perceptivel, torna-se imensa, algo gigantesco, aí sim, choramos... Medo das estrias, celulites e de o corpo nunca mais voltar! (mas volta, é só se cuidar)

* São só alguns tópicos, se eu me lembrar de mais alguma coisa, volto aqui. Se alguém lembrar, por favor, comentários são bem-vindos!


* Lembrando que são só visões da minha gestação, e que sou feliz por ter um filho. A gestação é um momento único e sublime, somos um ser iluminado por poder gerar uma vida, realmente é um momento LINDO, mas existe seus contras, que quase ninguém comenta. Acho que não passaria de novo, costumo brincar (falar sério!!!!) que ele será filho único!

8 comentários:

Pildz!! disse...

Hamz .. não tenho um filho, mas acho que no final tudo vale a pena... pelo menos até ele começar a pedir mesada eheh! =P

Thali disse...

Putz Vi....hahahahah E seu eu te disser que essas coisas são meros detalhes? hahahahah
Pois é, mas vale muito a pena pelo serzinho perfeitinho que está lá dentro. Pessoas costumam ser hipócritas, querem sufocar a culpa que sentem durante um pensamento negativo, por sinal muito humano, durante uma fase em que a mulher deve exalar alegria perante a sociedade moralmente perfeitinha e santa.
Coragem muié....é isso mesmo.
BJOS

Mari disse...

Não concordo, to no 4º mês e fico sempre triste pq me sinto a gravida mais magra da face da Terra.(não era magra antes)

Anônimo disse...

E eu, sinto nojo de tudo, comida entao me fale, estou no 4 mes e perdi 5 quilos, estou horrivel, muito deprimida, e so de olhar para o meu marido ja sinto vontade de vomitar, nao vejo a hora disso passar e horrivel.

Anônimo disse...

Eu to no 7° mês e meio e nunca passei mal,azia,enjoo?nunca,não engordei muito e olha coooomo bem kkkk o que me incomoda são as idas ao banheiro toda,PRINCIPALMENTE quando to saindo para algum lugar e aquela dorzinha na região pélvica,é cada estraaalo,mas fora isso não tenho problemas,varia de organismo pra organismo né :X to preocupada com a hora do parto kkkkkk

Unknown disse...

Caraca,se uma pessoa que quer ter filhos ler esse artigo,ela fik traumatizada,so falou coisas ruins praticamente
EXISTEM EXCEÇÕES....NEM SEMPRE E ASSIM COMO FOI DITO ACIMA

Angela Maria disse...

Caraca,se uma pessoa que quer ter filhos ler esse artigo,ela fik traumatizada,so falou coisas ruins praticamente
EXISTEM EXCEÇÕES....NEM SEMPRE E ASSIM COMO FOI DITO ACIMA

Anônimo disse...

Kkkkk eu adorei o post, estou de 16 semanas e é a coisa mais maravilhosa do mundo gerar uma vida, porem não tudo flores, nem todas as gestantes tem a sorte de não sentir nada durante a gravidez, mas acredito que pelo fato do nosso emocional ficar tao desequilibrado, temos esses picos de alegria e desespero kkkk principalmente pras mamae de primeira viagem, é tudo novooo, como diz num desenho animado, é o copinho da alegria, horrivel e maravilhoso ao mesmo tempo kkkkk mas se formos pesar na balança, com certeza é muito mais maravilhoso que ruim... bjs mamaes boa sorte pra nós