2.03.2007

Ainda não desaguarei hj

Colocando a parte o motivo único e especial para sorrir hoje:

Há um peso - estrangulando a carótida
Há um peso - um pêndulo cerebral
Há um peso - leso formal

Os dedos nulos. Leve
Ao duro dos braços atrofiados
Suores frios febre
Não pegue não cerceie os lados

Há um peso - obstruindo a erupção
Há um - sim feito de lágrimas que rasgam
Mornas borbulhantes... me engasgam.

Diamantes belos colhidos por mãos sujas
Soberbos...
Entre os calos esculpidos pela vida rijos
Desléxicos...

Ainda não desaguarei hoje.






4 comentários:

zjjllb disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vivi e Thali disse...

Xuxu.. to reformulando tudo!!!!
Como eu to em fase de testes, depois vai sua foto .. huahau muita calma neste hora!!!!!!

Beijossss

superthali disse...

MOre, amei!!!

Ficou legal hein...

Precisamos retomar esta atividade.
Vc está LINDA, amei sua foto.
Bjos

paulo.molinari disse...

Tempo que não venho aqui.

E sempre há um peso. A gente acha que tá tudo bem e coisa e tal mas sempre há um peso esmagando as coisas todas. Complicado.

Até.